Política

Presidente da OAB diz que Bolsonaro é cruel, MP investiga morte de indígena no Amapá e mais notícias.2 min

July 29, 2019 2 min read

author:

Presidente da OAB diz que Bolsonaro é cruel, MP investiga morte de indígena no Amapá e mais notícias.2 min

Reading Time: 2 minutes

Presidente da OAB diz que Bolsonaro é cruel e não sabe separar o público do privado

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro “deixa patente desconhecimento sobre a diferença entre público e privado, demonstrando traços de caráter graves em um governante: a crueldade e a falta de empatia”. Felipe Santa Cruz deu a declaração depois que Bolsonaro disse ao jurista, em tom de deboche, como o pai dele teria desaparecido na ditadura militar.

Ministério Público investiga morte de indígena e invasão de garimpeiros no Amapá

Membros da aldeia Wajãpi denunciaram uma invasão criminosa de garimpeiros em terras do seu povo na cidade de Pedra Branca do Amapari, que resultaram no assassinato de um líder indígena. O Ministério Público Federal do Amapá já instaurou procedimentos para apurar as circunstâncias da morte. A Funai confirmou o ocorrido, mas não esclareceu os detalhes.

Programa para ‘rever o Mais Médicos’ será lançado na semana que vem

Segundo o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, “a Casa Civil e a Presidência da República deram o OK” para lançar o Médico Pelo Brasil, o novo programa que vai rever o já existente Mais Médicos. A alteração no programa já esperada e, em nota, o Ministério da Saúde disse que a priorização de atendimento médico para os municípios com maior vulnerabilidade seria o foco do novo programa.

Depois de liberar o FGTS, equipe de Bolsonaro espera queda de juros para impulsionar economia

A equipe do presidente Jair Bolsonaro está na expectativa de uma redução na taxa de juros pelo Banco Central, depois de ter liberado os saques de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. O raciocínio é que uma taxa menor vai gerar um clima positivo na economia e melhorar o ritmo do crescimento do país no segundo semestre.

MP prorroga por 90 dias investigação sobre ação dos hackers

A pedido da Polícia Federal, o Ministério Público de Brasília prorrogou as investigações sobre a ação dos hackers suspeitos de invadir celulares do ministro Sérgio Moro e de outras autoridades. Walter Delgatti Neto, conhecido como Vermelho, já está preso depois de admitir que entrou nascontas de procuradores da Lava Jato e confirmar que repassou as mensagens ao site TheIntercept Brasil.

Ministério da Justiça abre vagas em presídios federais para envolvidos em massacre no Pará

Após o massacre que deixou 52 mortos em uma rebelião no Centro de Recuperação Regional de Altamira, o Ministério da Justiça abriu vagas em presídios federais para receber e isolar os chefes das facções envolvidas. Segundo o governo do Pará, dez presos serão transferidos.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Advertisements