Política

Governo revê atitude sobre desmatamento, Bolsonaro e ministros discutem medidas contra queimadas e mais notícias.3 min

August 23, 2019 2 min read

author:

Governo revê atitude sobre desmatamento, Bolsonaro e ministros discutem medidas contra queimadas e mais notícias.3 min

Reading Time: 2 minutes

Pressão do agronegócio e reação internacional fazem governo rever atitude sobre desmatamento 

Integrantes do governo relataram que além da forte reação internacional, a pressão interna do agronegócio brasileiro fez com que o Executivo mudasse de atitude em relação ao crescimento do desmatamento e das queimadas na Amazônia. O presidente Jair Bolsonaro foi alertado por interlocutores de que as exportações brasileiras podem ser afetadas caso não faça algo. 

Bolsonaro recebe ministro para discutir medidas contra queimadas na Amazônia 

Nesta sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro recebeu os ministros para discutir medidas contra as queimadas na Amazônia. O governo vem sendo bastante criticado, no Brasil e no exterior, por causa do aumento da devastação nas florestas. Celebridades, sociedade civil e líderes de outros países se manifestaram contra a gestão de Bolsonaro no combate às queimadas. 

Ex-ministros pedirão ao Congresso para criar comissão e discutir combate ao desmatamento 

Diante das queimadas na Amazônia, ex-ministros do Meio Ambiente iniciaram uma mobilização para pedir ao Congresso Nacional que crie uma espécie de “moratória” a projetos considerados “anti-ambientais”. A ex-ministra, Marina Silva disse que a proposta será apresentada nos próximos dias e pede uma comissão para debater medidas de combate ao desmatamento. 

STF nega pedido de Lula contra atuação de Moro 

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal rejeitou, por unanimidade, um pedido apresentado pela defesa do ex-presidente Lula contra a atuação do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro. O pedido do ex-presidente era para anular atos de Moro em uma das ações penais contra ele, que apura fraudes envolvendo o Instituto Lula. 

Raquel Dodge pede a Bolsonaro que vete projeto sobre abuso de autoridade 

A procuradora-geral da República pediu ao presidente Jair Bolsonaro para vetar integral ou parcialmente o projeto que trata do abuso de autoridade. Raquel Dodge teria dito a Bolsonaro que a lei não pode enfraquecer as instituições do sistema de Justiça, sem as quais o crime e os ilícitos “prosperam” e os conflitos sociais seguem “sem solução”. 

Relato da reforma da Previdência adia entrega do parecer 

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) afirmou que adiou para a próxima semana a entrega do parecer sobre a reforma da Previdência. Com isso, segundo Tasso, o calendário previsto pelos líderes pode atrasar até cinco dias. A previsão inicial era que o parecer fosse apresentado nesta sexta, mas o relator afirmou que ainda precisa de mais dias para concluir o texto. 

Técnicos afirmam que privatização dos Correios pode exigir mudança na Constituição 

Anunciada esta semana, a privatização dos Correios poderá exigir mudanças na Constituição Federal, a depender do formato a ser proposto. Após reunião do conselho do Programa de Parceria de Investimentos, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni informou que o governo pretende privatizar os Correios e outras 8 estatais, mas ele não deu detalhes de como isso será feito. 

Foto: Ascom Seel

Advertisements