Política

PF prende Índio da Costa, Augusto Aras é indicado procurador-geral da República e mais notícias.3 min

September 6, 2019 2 min read

author:

PF prende Índio da Costa, Augusto Aras é indicado procurador-geral da República e mais notícias.3 min

Reading Time: 2 minutes

PF prende Índio da Costa, ex-deputado federal e ex-candidato a vice presidência

A operação da PF deflagrada hoje para investigar fraudes nos Correios prendeu preventivamente nove pessoas, entre elas está Índio da Costa que é ex-deputado federal, ex-candiato a prefeitura e ao governo do Rio e ex-candidato a vice-presidente de José Serra em 2010. A operação“Postal Off” via desarticular um esquema de fraudes no envio de mercadorias pelos Correios.No total, foram expedidos 12 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão.

Augusto Aras é indicado procurador-geral da República

O subprocurador-geral da República, Augusto Aras foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir a Procuradoria Geral da República (PGR). Segundo Bolsonaro, Aras terá“respeito” ao produtor rural, a fim de casar “preservação” e o trabalho no campo.

Ex-procurador geral da República considera indicação de Aras ‘deplorável’

Claudio Fonteles disse que a decisão do presidente Jair Bolsonaro de indicar Augusto Aras para o posto máximo da Procuradoria-Geral da República é “deplorável sob todos os aspectos”. Oex-procurador geral da República aponta dois importantes aspectos da indicação: falta de legitimidade de Aras entre os procuradores e a forma com a qual Bolsonaro conduziu essa escola – com articulações feitas nos bastidores.

Bolsonaro lança carteirinha estudantil digital

O presidente assinou nesta sexta-feira, uma medida provisória que lança uma carteirinhaestudantil digital. Batizado como ‘ID Estudantil’, o documento é gratuito e destinado aestudantes do ensino fundamental, médio e superior. Até hoje, as carteirinhas eram emitidas apenas por organizações como a União Nacional dos Estudantes (UNE).

Bolsonaro participa por vídeo de reunião com presidentes de países amazônicos

O presidente Jair Bolsonaro participou de uma reunião de chefes de estados dos países sul-americanos com territórios cobertos pela floresta amazônica. O encontro foi na Colômbia e a participação de Bolsonaro foi por meio de uma videoconferência. Durante os discursos, os presidentes reforçaram a necessidade de trabalhos conjuntos para preservar a floresta. 

Lava Jato denuncia executivo de empreiteira por corrupção em contratos com a Petrobras 

A força-tarefa da Operação Lava Jato denunciou o executivo da empreiteira GDK César Roberto Santos de Oliveira por corrupção e lavagem de dinheiro. A denúncia envolve contratos com a Petrobras entre julho de 2007 e abril de 2012, conforme o MPF. Segundo a força-tarefa, o executivo pagou propina ao então gerente de engenharia da Petrobras, Pedro Barusco, com a finalidade de garantir benefícios à empreiteira em licitações, contratos e aditivos com a estatal. 

Lei do Abuso de Autoridade é sancionada por Bolsonaro mas contém 36 vetos 

Ao sancionar a Lei do Abuso de Autoridade, o presidente Jair Bolsonaro, manteve no texto 72 dos 108 dispositivos aprovados pelo Congresso. Os outros 36 foram vetados. Do jeito que ficou, a lei manteve a ideia original de punir eventuais abusos cometidos por servidores públicos e autoridades. Com os vetos de Bolsonaro, no entanto, houve redução nas situações que se enquadram como crime. Caberá ao Congresso analisar se derruba os vetos ou se mantém a decisão do presidente. 

Gilmar Mendes nega pedidos para suspender MP da liberdade econômica 

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou duas ações apresentadas por parlamentares que pediam a suspensão da sanção da medida provisória de liberdade econômica. Mendes considerou que os questionamentos tratavam sobre questões internas do Congresso e que não cabe interferência do Judiciário neste momento. 

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Advertisements