Política

Ofensas na CPI das Fake News, Prisão em Segunda Instância e mais notícias2 min

12/02/2020 2 min read

author:

Ofensas na CPI das Fake News, Prisão em Segunda Instância e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Sessão da CPI das Fake News termina em ofensas

As duas principais autoridades da CPMI das fake News reagiram às acusações e mentiras de um ex-funcionário da Yacows, agência de disparos de mensagens em massa pelo whatsapp, contra a jornalista da Folha, Patrícia Campos Mello. Em depoimento, o ex-funcionário teria acusado a repórter de ter feito sexo em troca de informações. A Presidente e relatora da CPI disse que se indiciado o Ministério Público irá apurar.

Governadores excluídos do Conselho da Amazônia

O presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto para transferir o Conselho Nacional da Amazônica Legal do Ministério do Meio Ambiente para a Vice-presidência. De acordo com o texto, o conselho será integrado por Hamilton Mourão e outros 14 ministros. A composição anterior incluía os governadores que compões a área da Amazônia Legal. Dessa vez, eles ficaram de fora.

Moro defende segunda instância

Em discussão na Câmara dos Deputados, o ministro Sérgio Moro defendeu a PEC que estabelece a execução da pena após condenação em segunda instância, mas deixou claro que vai depender dos casos. Em audiência, Moro sugeriu que o texto não deixe brechas capazes de esvaziar a emenda.

Ex-ministro do Trabalho é exonerado

O governo federal exonerou o ex-ministro e ex-deputado federal Ronal Nogueira da função de presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Segundo a publicação que saiu no Diário Oficial, a demissão foi um “pedido” de Nogueira.

Chanceler argentino no Brasil

O ministro de Relações Exteriores, Comécio Internacional e Culto da Argetina, Felipe Solá, pediu a ajuda do governo brasileiro na renegociação da dívida junto com o FMI. A Argentina está conversando com os detentores e credores para reestruturar a dívida de cerca de 44 bilhões de dólares ao FMI.

Cargos reduzidos no ICMBio

Um decreto presidencial publicado nesta quarta-feira (12) reduziu o número de cargos de chefia das unidades de conservação sob responsabilidade do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). 42 postos de chefia foram extintos, o que segundo os servidores do Instituto, demonstram o enfraquecimento da agenda ambiental e falta de priorização do setor.

Reforma tributária em até duas semanas

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que em até duas semanas, o governo irá encaminhar uma proposta de reforma tributária para o Congresso Nacional. Segundo Guedes, a proposta será “acoplável” à dos estados.

Foto: Gabriel Bezerra