Geral Política

Planalto busca novo nome para Ministério da Justiça, Maia diz que prioridade é o combate ao coronavírus e mais notícias2 min

27/04/2020 2 min read

author:

Planalto busca novo nome para Ministério da Justiça, Maia diz que prioridade é o combate ao coronavírus e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Maia diz que prioridade no momento é o coronavírus e não impeachment

Ao ser questionado sobre pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia disse que neste momento a prioridade do Congresso é debater medidas para combater os efeitos da crise gerada pelo coronavírus. Segundo Maia, processos de impeachment e abertura de CPI devem ser pensados com “muito cuidado”.

Coronavírus: Brasil tem mais de 4.500 mortes

O Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira, o mais recente balanço dos casos de coronavírus no Brasil. Até ontem, dia 27, estavam confirmadas 4.543 mortes e 66.501 casos confirmados. Só o estado de São Paulo concentra 1.825 mortes.

PCdoB pede que STF derrube exigência de regularização do CPF para receber o auxílio emergencial

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) acionou o Supremo Tribunal Federal para derrubar a exigência da regularização do CPF para que as pessoas possam receber o auxílio emergencial de R$ 600. Até então, para ter acesso ao auxílio, o “candidato” deve ter conta em banco e CPF ativo. No entanto, segundo a ação judicial, mais de 46 milhões de brasileiros não atendem a esses requisitos e estão impedidos de receber a ajuda.

Planalto busca novo nome para Ministério da Justiça

O Planalto divulgou que está procurando um nome alternativo para presidir o Ministério da Justiça. Apesar do desejo do presidente Jair Bolsonaro de colocar na pasta, o atual ocupante da Secretaria Geral, Jorge Oliveira, o Planalto afirmou que quer alguém que não tenha ligação alguma com a família de Bolsonaro. A insistência em encontrar uma pessoa com perfil mais técnico, menos identificada com a família do presidente, é do próprio Oliveira.

Funai edita medida que permite ocupação em terras indígenas

A Fundação Nacional do Índio, Funai, publicou uma Instrução Normativa que permite a invasão, exploração e até comércio de terras indígenas ainda não homologadas pelo presidente da República. A Instrução Normativa altera a Declaração de Reconhecimento de Limites, documento que funcionava como uma certificação de que uma propriedade rural privada não poderia invadir imóveis vizinhos ocupados por indígenas.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil