Geral Política

Brasil registra quarto dia de queda no número de novos casos de coronavírus, Ronaldo de Souza é o novo diretor-geral da PF e mais notícias3 min

04/05/2020 2 min read

author:

Brasil registra quarto dia de queda no número de novos casos de coronavírus, Ronaldo de Souza é o novo diretor-geral da PF e mais notícias3 min

Reading Time: 2 minutes

Coronavírus: Brasil registra quarto dia seguido de queda em número de casos

Segundo atualização do Ministério da Saúde, o Brasil registrou uma queda no número de novos casos do novo coronavírus. Foram 263 mortes e 4.075 novos casos nas últimas 24 horas. Esses números são os menores registrados desde a quinta-feira passada quando o país registrou recorde de 7.218 novos casos. Ao todo, o Brasil já tem mais de 105 mil casos e 7.288 mortes.

Ronaldo de Souza é o novo nome a assumir o comando da Polícia Federal

Nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro nomeou o delegado Rolando Alexandre de Souza como novo diretor-geral da Polícia Federal. A nomeação aconteceu em cerimônia fechada, sem cobertura da imprensa. Rolando de Souza é delegado da PF desde setembro de 2019 e ocupava o cargo de secretário de Planejamento e Gestão da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Chefe da PGR pede que Polícia Federal recupere o registro de reunião com Moro e Bolsonaro

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu que o Supremo Tribunal Federal autorize novas diligências no inquérito que apura supostas interferências de Bolsonaro na Polícia Federal. O pedido de Aras se concentram em quatro frentes: depoimentos de pessoas citadas no depoimento de Sergio Moro, recuperação de áudio ou vídeo que comprove a suposta tentativa de interferência na PF, verificação das assinaturas de exoneração do ex-direto-geral e perícia nas informações obtidas no celular de Moro.

Juristas, políticos e entidades reagem à participação de Bolsonaro em ato antidemocracia

Neste final de semana, diversos políticos e entidades reagiram negativamente à participação do presidente Jair Bolsonaro em mais um ato com pautas antidemocráticas. Diversos manifestantes se aglomeraram em frente ao Planalto para pedir o fechamento do STF. Entre os nomes que comentaram o ato do presidente estão: Hamilton Mourão, Rodrigo Maia, a ministra Carmem Lúcia, o ministro Luiz Fux, Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes, o ex-ministro Sergio Moro, os governadores João Doria e Wilson Witzel, entre outros nomes.

Militares dizem não apoia qualquer medida de força contra o Judiciário e o Legislativo

Um dia depois do presidente Jair Bolsonaro fazer ameaças contra interferências do Judiciário no seu governo, os militares se posicionando contra as falas de Bolsonaro durante manifestações que aconteceram no final de semana em Brasília. Bolsonaro usou o nome das Forças Armadas e disse que “ao lado da lei, da ordem, da democracia e da verdade, as Forças Armadas estariam ao meu lado”.

Futuro presidente do TSE diz que o prazo limite para decidir se haverá ou não eleições em 2020 é o mês que vem

O ministro Luís Roberto Barroso afirmou que a Justiça Eleitoral precisa começar, até junho, os testes das urnas eletrônicas para as eleições municipais de 2020. Caso contrário será preciso adiar as eleições. Barroso explicou que a alteração precisa ser feita pelo Congresso Nacional, já que a marcação das eleições para o primeiro fim de semana de outubro está prevista na Constituição Federal.

Fotos: Andréa Rêgo Barros/PCR