Geral Política

Bolsonaro inclui indústria e construção civil na lista de serviços essenciais, Coronavírus já faz mais de 9.600 vítimas no Brasil e mais notícias2 min

08/05/2020 2 min read

author:

Bolsonaro inclui indústria e construção civil na lista de serviços essenciais, Coronavírus já faz mais de 9.600 vítimas no Brasil e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Coronavírus: Já são mais de 9.600 mortes e 141 mil casos confirmados

Segundo levantamento feito entre as secretarias estaduais de saúde, já foram registradas 9.367 mortes provocadas pela Covid-19 e 141.088 casos confirmados da doença em todo país. Das 20 cidades com maior mortalidade e incidência de casos, 18 se concentram no Norte e Nordeste.

Presidente da Câmara diz que pressão contra o isolamento social é quase crime

Em entrevista, Rodrigo Maia disse que entende a preocupação com as atividades econômicas, mas que pressionar contra o isolamento social com esse objetivo no momento é um ato “quase criminoso”. Para o presidente da Câmara, a flexibilização do isolamento social não deve ser adotada em razão do número de desemprego, mas baseada em um decisão técnica.

Regina Duarte minimiza ditadura em entrevista ao vivo à CNN

Em entrevista na tarde de quinta-feira (7), a secretária de Cultura, Regina Duarte, minimizou a ditadura afirmando que “sempre houve mortes e tortura e que não quer arrastar um cemitério”. Além disso, interrompeu a entrevista para cantar um jingle da Copa de 1970. A secretária também descartou a demissão do governo Bolsonaro.

Bolsonaro inclui construção civil e indústria em lista de atividades essenciais

O presidente da República, Jair Bolsonaro, decretou que as atividades também são essenciais em meio à pandemia do novo coronavírus. O decreto foi editado no mesmo dia em que Bolsonaro, acompanhado de um grupo de empresários e ministros, foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedir que medidas restritivas nos estados, motivadas pela crise do coronavírus, sejam amenizadas.

Ministros e delegados depõem sobre suposta interferência de Bolsonaro na PF

Ao menos três ministros do governo, seis delegados e uma deputada federal serão ouvidos na próxima semana pela Polícia Federal Os depoimentos estão relacionados ao inquérito que apura a suposta tentativa de interferência do presidente Jair Bolsonaro em investigações da PF.

Foto: Vanessa Nicolav/Brasil de Fato