Geral Política

Número de pessoas que aceitariam tomar a vacina contra Covid cai em 4 meses, Paulo Guedes diz que ‘privatizar o SUS’ seria insanidade e mais notícias2 min

30/10/2020 < 1 min read

author:

Número de pessoas que aceitariam tomar a vacina contra Covid cai em 4 meses, Paulo Guedes diz que ‘privatizar o SUS’ seria insanidade e mais notícias2 min

Reading Time: < 1 minute

Cai número de pessoas que aceitariam tomar vacina contra Covid

Uma pesquisa do PoderData mostrou que em 4 meses, o percentual da população que “com certeza” tomaria a vacina contra a Covid caiu de 85% para 63%. A rejeição, que em julho era de 8%, agora é de 22%.

Paulo Guedes diz que “privatizar o SUS seria insanidade”

O ministro da Economia, Paulo Guedes, falou sobre o assunto da semana sobre uma possível privatização das Unidades Básicas de Saúde. Guedes disse que seria uma insanidade que o SUS fosse privatizado, e que na verdade houve um erro no entendimento da fala do governo. No entanto, admitiu que o governo pensa em fazer parcerias com a iniciativa privada para a conclusão de mais de 4,5 mil unidades de saúde.

Mourão contraria Bolsonaro e diz que governo vai sim comprar a vacina chinesa

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse em entrevista que o governo federal vai sim comprar a vacina do laboratório chinês Sinovac. A declaração contraria a fala do presidente Jair Bolsonaro que essa semana afirmou que não iria fazer a compra.

Contas públicas têm rombo de R$ 64,5 bilhões em setembro

As contas do setor público registraram déficit primário de R$ 64,559 bilhões em setembro, segundo o Banco Central. Com isso, a dívida bruta do setor público, superou a marca inédita de 90% do PIB.

INSS irá paga atrasados do auxílio-doença

Os assegurados do INSS que tiveram seu benefício antecipado por incapacidade temporária – antigo auxílio doença – começaram a receber as diferenças que tinham direito. Ao todo, 497 mil segurados terão seus processos analisados de forma automática e poderão receber os valores referentes à revisão, de um total de 1,1 milhão de antecipações concedidas.

Foto: Sérgio Lima