Geral Política

Petrobras anuncia aumento na gasolina, diesel e gás de cozinha, Bolsonaro negocia auxílio emergencial com ministros2 min

08/02/2021 2 min read

author:

Petrobras anuncia aumento na gasolina, diesel e gás de cozinha, Bolsonaro negocia auxílio emergencial com ministros2 min

Reading Time: 2 minutes

Bolsonaro negocia auxílio emergencial com ministros

O presidente Jair Bolsonaro e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, comentaram sobre uma possível retomada do auxílio emergencial. Bolsonaro disse que está “negociando” o tema com os ministros, e Pacheco afirmou ter uma “expectativa positiva” de um anúncio ainda essa semana.

Petrobras aumenta gasolina e diesel, e gás de cozinha também tem aumento

A Petrobras anunciou que a partir de terça-feira (9) haverá um aumento nos preços dos três principais combustíveis vendidos pela companhia: gasolina, diesel e gás de cozinha. Segundo a estatal, o litro da gasolina passará ao valor de R$ 2,25 por litro; o diesel passará para R$ 2,24 por litro. Já o gás de cozinha, que também será reajustado, terá um reajuste de 5,1%.

Cidades vacinam profissionais fora da linha de frente contra Covid antes de imunizar idosos

Especialistas analisaram a forma negativa sobre esse início da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil e criticaram a forma como está sendo feita. Segundo eles, há cidades que já estão vacinando profissionais que não atuam na linha de frente do coronavírus, antes mesmo de imunizar os idosos.

Aprovação de Bolsonaro cai para 30%

Segundo a pesquisa XP/Ipespe, grupos que consideram o governo do atual presidente como bom ou ótimo diminui de 32% para 30% só no último mês. No entanto, a porcentagem dos que acham Jair Bolsonaro ruim ou péssimo aumentou de 40% para 42%. Nos dois cenários, ele oscilou dentro da margem de erro de 3,2%.

Bolsonaro diz que Onyx Lorenzoni deixará Ministério da Cidadania para assumir a Secretaria-Geral da Presidência

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, assumirá o cargo de ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República. A troca de cadeira de Onyx já era prevista para que abrisse uma vaga no Ministério da Cidadania, que segundo Bolsonaro vai ser preenchida para contemplar aliados do governo que votaram nas eleições do Congresso.

Foto: Paulo Whitaker