Geral Política

Novo ministro da Saúde diz que o lockdown é só para “casos extremos”, Fiocruz diz que Brasil vive o pior colapso sanitário da história e mais notícias2 min

17/03/2021 2 min read

author:

Novo ministro da Saúde diz que o lockdown é só para “casos extremos”, Fiocruz diz que Brasil vive o pior colapso sanitário da história e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Novo ministro da Saúde defende o isolamento, mas lockdown só em casos “extremos”

Em uma entrevista para a CNN, o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que o lockdown só deve ser aplicado “em situações extremas” e não como uma “política de governo”. O cardiologista defende o isolamento social e também a agilidade na vacinação. Ele criticou qualquer “tratamento precoce” contra a Covid-19.

FioCruz diz que Brasil vive o pior colapso sanitário e hospitalar da história

A Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, divulgou um levantamento sobre as taxas de ocupações de leitos em todo o país sobre a questão da crise de Covid-19, que mostra que em 24 estados e no Distrito Federal, a taxa de ocupação das UTIs está acima de 80%, sendo 15 estados com 90% ou mais. A FioCruz também mediu urgência e rigor nas medidas de restrição às atividades não essenciais.

Pesquisa revela que 44% reprova o governo Bolsonaro e 30% aprovam

Um levantamento divulgado pelo Instituto Datafolha divulgou na terça-feira (16) a mais recente pesquisa feito sobre a popularidade do governo de Jair Bolsonaro. Segundo o Datafolha, 44% dos entrevistados classificaram o governo como ruim ou péssimo; 30% considera o governo ótimo ou bom e 24% considera regular. 2% dos entrevistados não souberam ou não quiseram responder.

Mesmo antes do mês acabar, março já é o pior mês da pandemia para os estados do Sul

Mesmo ainda estando na metade do mês de março, todos os estados da Região Sul do Brasil já bateram os próprios recordes de mortes por Covid-19 só esse mês. Não só as mortes, mas os estados do Sul já vêm sofrendo com o colapso na falta de atendimento de leitos para os pacientes com coronavírus.

Governo reduz em 10% imposto de importação sobre eletroeletrônicos e máquinas

O Ministério da Economia anunciou uma redução de 10% sob o imposto de importação cobrado sobre eletroeletrônicos, máquinas e equipamentos. De acordo com o governo, a medida atinge desde celulares e computadores até equipamentos médicos, máquinas para panificação, guindastes e escavadeiras.

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom