Geral Política

STF proíbe cultos e missas durante a pandemia, OMS diz que Brasil não sairá da pandemia apenas com vacina e mais notícias2 min

09/04/2021 2 min read

author:

STF proíbe cultos e missas durante a pandemia, OMS diz que Brasil não sairá da pandemia apenas com vacina e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

STF proíbe realização de cultos e missas presenciais durante a pandemia

Por 9 votos a 2, o Supremo Tribunal Federal decidiu que os estados e municípios podem, sim, impor restrições a atos religiosos, como cultos e missas, presenciais durante a pandemia de Covid-19. Os ministros julgaram e votaram a ação no plenário do STF na quinta-feira (8). Votaram a favor dos atos, os ministros Nunes Marques e Dias Toffoli.

OMS diz que Brasil não resolverá pandemia apenas com vacina

Nesta sexta-feira (9), a Organização Mundial da Saúde afirmou que o Brasil não irá conseguir conter a pandemia do coronavírus apenas com a vacinação. A líder técnica para Covid da OMS, Maria Van Kerkhove, disse que “o país tem que parar de pensar que a crise da pandemia vai se resolver apenas com uma ou outra medida, a vacina é importante, mas é também preciso adotar outras medidas apoiadas pelos governos”.

STF determina que Senado abra CPI sobre a pandemia

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, decidiu abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar as políticas do governo federal no combate a pandemia de Covid-19. O pedido já havia sido feito em janeiro, mas o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco não tinha dado prosseguimento.

Transferência do Auxílio Emergencial por PIX só poderá ser feita depois de um mês

Os beneficiários que receberam o Auxílio Emergencial 2021 ainda não poderão realizar operações via PIX com o valor recebido. Segundo a Caixa, a transação deve ter que esperar um mês para ser realizada.

Desmatamento na Amazônia bate recorde em março

Os alertas de desmatamento na Amazônica em março, foram os maiores já registrados para o mês desde que os dados começaram a ser analisados pelo Inpe. O Greenpeace afirma que o atual governo é responsável por um “aumento histórico do desmatamento com taxas anuais não observadas desde 2008, com 9% de aumento em 2020 comparado ao ano de 2019”.

Foto: Catedral de Tubarão/RS