Geral Política

Marcelo Queiroga afirma que bagunça no Ministério de Pazuello é responsável pela falta de vacina, Brasil se aproxima de 409 mil mortes e mais notícias2 min

03/05/2021 2 min read

author:

Marcelo Queiroga afirma que bagunça no Ministério de Pazuello é responsável pela falta de vacina, Brasil se aproxima de 409 mil mortes e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Marcelo Queiroga afirma que orientação de Pazuello fez com que faltasse vacinas da 2ª dose

Segundo o atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, as mudanças nas estratégias da vacinação contra Covid colaboraram para a falta de vacinas em vários estados brasileiros. Só na última semana, pelo menos oito capitais pararam a vacinação por falta de doses. Em fevereiro, o ex-ministro Pazuello havia ordenado que as prefeituras usassem todas as doses sem se preocupar com a segunda dose, dias depois, o ministério voltou atrás e disse que os estados e municípios deveriam, sim, reservar a segunda dose da CoronaVac.

Brasil se aproxima de 409 mil mortes por Covid

Nesta segunda (3), o Brasil registrou 1.054 mortes por Covid só nas últimas 24 horas totalizando 408.829 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 2.375. Em comparação com a média de 14 dias atrás, a variação foi de -16%, indicando queda nos óbitos por causa do vírus.

Ex-ministro da Saúde vão depor na CPI da Covid

Os ex-ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich, Eduardo Pazuello e o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres irão essa semana depor para a CPI da Covid. Instalada na última terça-feira (27), a CPI da Covid no Senado já soma mais de 300 requerimentos aprovados contendo convocações e pedidos de documentos em órgãos federais, estaduais e municipais.

Bolsonaro sanciona projeto que prevê ajuda ao setor de eventos

Nesta segunda-feira (3), o presidente Jair Bolsonaro anunciou, sem dar detalhes, que sancionou a lei que prevê ajuda ao setor de eventos durante a pandemia. A lei foi aprovada pelo Congresso Nacional no mês passado. O texto enviado para sanção estabelece ações emergenciais para o setor de eventos a fim de de reduzir as perdas causadas pela pandemia por meio da criação do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse).

Foto: AFP