Geral Política

Falta de Orçamento pode parar universidades federais, Rejeição de 70 milhões de doses da Pfizer será foco da CPI da Covid e mais notícias2 min

10/05/2021 2 min read

author:

Falta de Orçamento pode parar universidades federais, Rejeição de 70 milhões de doses da Pfizer será foco da CPI da Covid e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Universidades federais podem parar em julho

Após negociação com o Congresso, a lei do Orçamento de 2021 foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Um dos setores mais afetados foi a Educação, que sofreu redução de R$ 3,9 bilhões. Em evento na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), no dia 26 de abril, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse que o governo teve de escolher entre investir em pesquisa ou dar comida aos brasileiros.

Rejeição de 70 milhões de doses da Pfizer será novo foco da CPI da Covid

O lento avanço da vacinação contra Covid-19 no Brasil será o principal foco das investigações e depoimentos da CPI da Covid nessa semana. Entre os depoimentos previstos para essa semana estão executivos da indústria farmacêutica Pfizer e do ex-secretário de Educação, Fábio Wajngarten. Em entrevista recente, Wajngarten comentou sobre a recusa do governo federal à oferta de 70 milhões de vacinas da Pfizer em agosto do ano passado.

Governo Jair Bolsonaro faz esquema secreto de R$ 3 bilhões em troca de apoio no Congresso

No último sábado (8), uma reportagem do jornal Estado de S. Paulo revelou que, no final de 2020, o presidente Jair Bolsonaro montou um esquema avaliado em R$ 3 bilhões para aumenta a base de aliados no Congresso. Desse valor, pelo menos R$ 271 milhões foram destinados à compra de tratores, retroescavadeiras e equipamentos agrícolas.

Sem IFA, vacinação no Brasil pode ser afetada em junho

A falta de liberação da China para exportar o Insumo Farmacêutico Ativo, necessário na produção da CoronVac, pode afetar o cronograma de vacinação contra Covid-19 a partir de junho. Há a expectativa de que o insumo seja liberado até próxima quinta-feira e, assim, chegaria até o dia 18, mas o envio ainda não foi confirmado. O diretor do instituto Butantan e o governador de São Paulo João Doria (PSDB) voltaram a atribuir a dificuldade conseguir o IFA à postura do presidente Jair Bolsonaro e integrantes do governo federal, que fizeram declarações ofensivas contra a China.

Augusto Aras nega investigar Bolsonaro por cheques de Queiroz para Michelle Bolsonaro

O procurador-geral da República, Augusto Aras, disse ao STF que não vai investigar o presidente Jair Bolsonaro pelos pagamento de Fabrício Queiroz na conta da esposa de Bolsonaro, Michelle. O pedido de investigação pelo Supremo foi feito em 2020 pelo advogado Ricardo Bretanha Schmidt, afirmando com base na quebra do sigilo bancário de Queiroz que ele depositou R$ 72.000 na conta de Michelle Bolsonaro, de 2011 a 2016.

Foto: UnB