Geral Política

Pazuello diz que Bolsonaro desistiu de intervir no Amazonas mesmo sabendo da crise, Brasil registra seis casos de variante da Covid no Maranhão e mais notícias2 min

21/05/2021 2 min read

author:

Pazuello diz que Bolsonaro desistiu de intervir no Amazonas mesmo sabendo da crise, Brasil registra seis casos de variante da Covid no Maranhão e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Na CPI, Pazuello diz que Bolsonaro desistiu de intervir no Amazonas

Nesta sexta-feira (21), o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello voltou ao Senado para prestar depoimento novamente à CPI da Covid depois que alegou ter passado mal na quinta-feira (20). Um dos pontos importantes da fala de Pazuello foi que o ex-ministro afirmou que o governo federal sabia da crise do oxigênio no Amazonas mas afirmou que Bolsonaro preferiu não intervir no estado. Para os senadores, os depoimentos de Pazuello foram cheios de mentiras, contradições e que o general tentou proteger Jair Bolsonaro.

Após declarações de Pazuello, governo do AM diz que nunca recusou ajuda

Após os dois dias de depoimento do ex-ministro Eduardo Pazuello, o governo do Amazonas afirmou em uma nota que o estado nunca recusou qualquer tipo de ajuda relacionada às ações de enfrentamento à Covid-19. A declaração foi dada após Pazuello dizer que o governo federal desistiu de ajudar o estado após ouvir o governador Wilson Miranda Lima.

Ministério da Saúde cogita ampliar distribuição da vacina Pfizer

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, afirmou que está estudando ampliar, para mais municípios, a distribuição da vacina Pfizer contra a Covid-19. No entanto, essa ampliação depende da aprovação da Anvisa no quesito da refrigeração da vacina.

Brasil registra seis casos da variante indiana no Maranhão

O governo do Maranhão confirmou nesta quinta-feira (20) seis casos da cepa indiana da Covid-19, B.1.617. Os primeiros casos da variante, no Brasil, foram detectados em tripulantes de um navio que saiu da Malásia e chegou ao litoral maranhense no dia 14 de maio.

Após bloqueio no orçamento, governo indica liberação de R$ 4,8 bilhões para ministérios

Após corte e bloqueio de cerca de R$ 29 bilhões em gastos públicos no mês de abril. o governo indicou que irá liberar R$ 4,8 bilhão para os ministérios. A informação foi divulgada pelo Ministério da Economia no relatório de receitas e despesas do orçamento.

Foto: Bruno Kelly