Geral Política

Parlamentares apresentam ‘superpedido’ de impeachment de Bolsonaro, Anvisa suspende uso emergencial da Covaxin por falta de documentos e mais notícias2 min

30/06/2021 2 min read

author:

Parlamentares apresentam ‘superpedido’ de impeachment de Bolsonaro, Anvisa suspende uso emergencial da Covaxin por falta de documentos e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Parlamentares e líderes de movimentos sociais apresentam ‘superpedido’ de impeachment de Bolsonaro

O pedido de impeachment com 46 assinaturas de partidos políticos, parlamentares e movimentos sociais foi apresentado na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (30). Ex-aliados do presidente, como Joice Hasselmann, também participaram da ação. O texto reúne argumentos apresentados em mais de 120 pedidos de impeachment feito anteriormente na Câmara e inclui a suspeita de irregularidade na compra da vacina Covaxin.

Anvisa suspende análise de uso emergencial da Covaxin por falta de documentos

A Anvisa suspendeu o prazo para concluir a análise do pedido de uso emergencial da vacina indiana Covaxin por falta de documentos obrigatórios e essenciais para avaliação. Em nota, a Anvisa disse e já notificou a autora do pedido, sobre as informações pendentes.

Empresários Carlos Wizard fica em silêncio durante depoimento na CPI

Com um habeas corpus concedido pelo STF, o empresário Carlos Wizard disse que não iria responder nenhuma pergunta durante o depoimento na CPI. No entanto, Wizard negou que fazia parte do ‘gabinete paralelo’ da saúde. Mesmo com o silêncio do empresário, os senadores continuaram apresentando as críticas e questionamentos durante a sessão.

Pazuello afirma à Procuradoria Geral que investigou as denúncias da Covaxin, mas não encontrou irregularidades

Em fala à Procuradora-Geral da República, o ex-ministro da Saúde afirmou que apurou as denúncias sobre a negociação com a Covaxin, a pedido de Bolsonaro. Porém, nenhum não existe nenhum documento sobre essa investigação. Nesta quarta-feira (30), a CPI da Covid aprovou a quebra de sigilo bancário de Eduardo Pazuello e de Roberto Ferreira Dias, servidor exonerado que está sendo acusado de cobrar propina em outra negociação de compra de vacinas.

Ministério Público abre investigação criminal sobre contrato da vacina Covaxin

A Procuradoria da República no Distrito Federal abriu uma investigação criminal sobre as negociações para a compra da vacina contra Covid-19 Covaxin, produzida na Índia. As negociações são alvos do Ministério Público e da CPI da Covid e também está sendo investigada pela Polícia Federal.

Foto: Evandro Éboli