Geral Política

Presidente e ex-presidentes do TSE defendem modelo de eleição brasileira atual, governo apresenta PEC para criar novo programa social e mais notícias2 min

02/08/2021 2 min read

author:

Presidente e ex-presidentes do TSE defendem modelo de eleição brasileira atual, governo apresenta PEC para criar novo programa social e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Presidente e ex-presidentes do TSE defendem modelo eleitoral e se preocupam com voto impresso

Todos os ex-presidentes do Tribunal Superior Eleitoral desde 1988 divulgaram nesta segunda-feira (2) uma nota onde defendem o modelo de eleição que é feito no Brasil. Na nota, os ministros ressaltam que a contagem de votos impressos seria um regresso em um cenário de “fraudes generalizadas”. O atual ministro do TSE, ministro Luis Roberto Barros, e o vice Edson Fachin, também assinaram a nota.

Governo apresenta PEC para criar novo programa social no valor de R$400

Os ministros Ciro Nogueira e Flavia Arruda apresentaram ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e ao presidente da Câmara, Arthur Lira, uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que viabiliza a criação de um novo programa social do governo. O programa pode se chamar “Auxílio Brasil” e o valor das parcelas pode chegar a R$ 400.

Presidente do STF diz que há hora certa “para erguer a voz” e que pode haver harmonia entre os Três Poderes

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, deu um recado ao presidente Jair Bolsonaro, no discurso que fez nesta segunda-feira (2) quando abriu os trabalhos da corte no segundo semestre. Fux afirmou que a harmonia e a independência entre os Três Poderes “não implicam em impunidade de atos que exorbitem o necessário respeito às instituições”. Apesar de não ter mencionado o chefe do Executivo, o discurso foi direcionado a Bolsonaro, que tem feito ataques a integrantes do STF e ameaçado a realização das eleições do ano que vem caso não seja implementado o voto impresso no país.

Brasil tem segundo dia com média móvel de mortes por Covid abaixo de mil

Pela primeira vez em mais de seis meses, a média móvel de mortes por Covid-19 caiu, neste fim de semana, para menos de 1 mil. Com 464 novos óbitos nas últimas 24 horas. O avanço na vacinação está ajudando a amenizar a situação da pandemia e já pode ser percebido tanto no número de vítimas fatais, quanto no de contaminados.

Foto: Fábio Rodrigues