Geral Política

Bolsonaro será investigado no inquérito das fake news, Entidades divulgam carta em defesa do voto eletrônico e mais notícias2 min

04/08/2021 2 min read

author:

Bolsonaro será investigado no inquérito das fake news, Entidades divulgam carta em defesa do voto eletrônico e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Ministro inclui Bolsonaro em inquérito das fake news

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou, nesta quarta-feira (4), que o presidente Jair Bolsonaro seja investigado no inquérito das fake news. A decisão do ministro foi aprovada por unanimidade pelos ministros do TSE. A apuração levará em conta os ataques, sem provas, feitos pelo presidente às urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral do país.

Câmara aprova urgência em projeto que altera tabela do IR

A Câmara dos Deputados aprovou um requerimento de urgência para acelerar a votação do projeto de lei que altera a tabela do Imposto de Renda para pessoas físicas e empresas. A alteração feita pelo relator do projeto atrelou parte da redução da alíquota do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) à expectativa de alta na arrecadação. O motivo, segundo ele, é reduzir o impacto na arrecadação de estados e municípios.

TCU decide abrir processo para apurar conduta de Pazuello na gestão da pandemia

O Tribunal de Contas da União decidiu, por maioria dos votos, abrir um novo processo para apurar se o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e seus assessores teriam se omitido da gestão durante a pandemia. Os ex-gestores deverão apresentar justificativas por escrito para explicar por que descumpriram determinações do tribunal no ano passado.

Entidades divulgam carta em defesa do voto eletrônico

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), A Confederação Brasileira dos Bispos do Brasil e outras quatro entidades divulgaram uma carta em defesa do voto eletrônico no Brasil. A carta serve também como apoio ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso. No texto, as entidades criticam “tentativas de ruptura da ordem institucional” e afirmam que “é espantoso como, sob o impacto de mais de 550 mil vidas perdidas na maior crise sanitária já enfrentada pelo país, perca-se tanto tempo e energia em tentar demolir o edifício democrático!'”

Foto: Adriano Machado