Geral Política Saúde

Média móvel de mortes por Covid completa 3 semanas em queda, Inep divulga data para participantes isentos do Enem 2020 e mais notícias2 min

13/09/2021 2 min read

author:

Média móvel de mortes por Covid completa 3 semanas em queda, Inep divulga data para participantes isentos do Enem 2020 e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Média móvel de mortes por Covid completa 3 semanas em queda

Nesta segunda-feira (13), o Brasil registrou 256 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Com esse valor, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 467. Até agora já são três semanas seguidas com tendência de queda no comparativo e essa é a menor média móvel de casos registrados desde maio de 2020.

Enem 2021: Inep divulga data para participantes isentos em 2020

O Inep divulgou as datas do Enem 2021 para os inscritos que não compareceram no dia das provas em 2020. Esses participantes poderão se inscrever no Enem 2021, a partir do dia 14 de setembro às 10h com encerramento no dia 26 de setembro às 23h59. Quem conseguir se inscrever terá a taxa de inscrição isenta.

Cidades do Brasil começam a aplicar Pfizer para quem tomou a 1ª dose da AstraZeneca

Nesta segunda-feira (13), algumas cidades brasileiras começaram a oferecer a segunda dose da Pfizer para pessoas que tomaram a primeira dose do imunizante AstraZeneca. A decisão ocorreu após algumas capitais, como São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro registrarem falta de estoque da AstraZeneca durante as primeiras semanas de setembro.

Bolsonaro assina MP que criam programa habitacional para policiais e bombeiros

O presidente Jair Bolsonaro assinou a medida provisória que cria um programa habitacional com subsídios para agentes da segurança pública. O texto cria condições diferentes para policiais, bombeiros, agentes penitenciários, peritos e guardas municipais contarem com crédito imobiliário.

STF adia julgamento de Flávio Bolsonaro no caso das ‘rachadinhas’

O STF adiou novamente o julgamento de uma ação no Ministério Público do Rio de Janeiro que tenta devolver à primeira instância a investigação de Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas. A previsão inicial era de que o tema fosse pautado na sessão do último dia 31. A defesa de Flávio Bolsonaro informou que não poderia acompanhar o julgamento naquela data e pediu o adiamento, que foi concedido pela Segunda Turma.

Foto: Pablício Vieira