Eleições Geral Internacional Política Saúde

Bolsonaro diz que Enem ‘começa a ter a cara do governo’, Lula vai à Europa para contrapor imagem de Bolsonaro e mais notícias2 min

15/11/2021 2 min read

author:

Bolsonaro diz que Enem ‘começa a ter a cara do governo’, Lula vai à Europa para contrapor imagem de Bolsonaro e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Bolsonaro diz que Enem ‘começa a ter a cara do governo’

Em um evento em Dubai, nesta segunda-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que agora as questões do Enem “começam a ter a cara do governo”. Durante a semana, servidores do Inep, órgão responsável pelo Enem, disseram que sofreram pressão psicológica e vigilância velada na formulação do Enem 2021 para que evitassem escolher ‘questões polêmicas’ que poderiam incomodar o governo Bolsonaro.

Lula vai à Europa e tenta contrapor imagem de Bolsonaro

Na manhã de quinta-feira (11), o ex-presidente Lula desembarcou em Berlim para começar uma ‘turnê’ pela Europa onde vai se encontrar com algumas autoridades e debater o cenário atual da América Latina e do mundo. A viagem serve para fortalecer internacionalmente o nome de Lula antes da corrida presidencial de 2022. Segundo o Partido dos Trabalhadores (PT), Lula espera também contrapor à imagem de isolamento passada por Jair Bolsonaro durante o encontro do G20, na Itália, em novembro. Além da Alemanha, o ex-presidente passará pela Bélgica, França e Espanha.

Brasil tem média móvel de mortes por Covid abaixo de 300 pelo 15º dia seguido

Nesta segunda-feira (15), o Brasil registrou 66 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de 611.384 vítimas desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 255, completando 15 dias abaixo da marca de 300.

Presidente do Senado espera sabatina de Mendonça na CCJ no início de dezembro

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que espera que a sabatina de André Mendonça na Comissão de Constituição e Justiça seja marcada entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro. Mendonça foi indicado ao STF por Bolsonaro em julho e desde então ainda não foi sabatinado pela CCJ, que é presidida por Davi Alcolumbre.

Foto: Alan santos