Eleições Geral Política Saúde

Pesquisa revela Lula com 48% das intenções de voto contra 21% de Jair Bolsonaro e mais notícias2 min

14/12/2021 2 min read

author:

Pesquisa revela Lula com 48% das intenções de voto contra 21% de Jair Bolsonaro e mais notícias2 min

Reading Time: 2 minutes

Pesquisa de voto revela Lula com 48% das intenções de voto contra 21% de Bolsonaro

Uma pesquisa Ipec divulgada nesta terça-feira (14) mostra que o ex-presidente Lula tem 27 pontos percentuais a mais que o presidente Jair Bolsonaro na busca pela presidência da República em 2022. Lula também tem mais intenções de voto do que a soma de todos os outros possíveis candidatos.

Chuvas na Bahia e em Minas Gerais causam 12 mortes e quase 10 mil desabrigados

Subiu para 12 o número de mortos devido as fortes chuvas que atingem os estados de Minas Gerais e da Bahia. Dos 12 mortos, 10 foram nos municípios baianos e dois em Minas. Pelo menos nove cidades dos dois estados estão atualmente em situação de emergência por conta dos temporais. De acordo com a Defesa Civil, entre domingo e ontem o número de desabrigados subiu de 3.872 para 9.565 pessoas.

Fux manda prender condenados do caso da boate Kiss

O presidente do STF, Luiz Fux, aceitou o recurso do Ministério Público do Rio Grande do Sul e suspendeu o habeas corpus contra os quatro réus condenados no caso da boate Kiss. Com a decisão, o dono da boate juntamente com o sócio, o vocalista e o assistente de palco podem ser presos.

Ministro Alexandre de Moraes mantém inquérito contra Bolsonaro

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, decidiu manter o inquérito aberto contra Jair Bolsonaro pelo fato do presidente ter associado a vacina contra Covid à Aids. O inquérito foi aberto no dia 3 de dezembro após o PGR anuncia que faria apenas uma “investigação preliminar” sobre a fake news de Bolsonaro.

Câmara aprova MP que obriga planos de saúde a cobrirem remédios orais contra câncer

A Câmara dos Deputados aprovou uma medida provisória que torna obrigatória a cobertura, pelos planos de saúde, dos remédios de uso oral contra o câncer. No entanto, para valer, essa medida depende da prescrição médica, do registro na Anvisa e da inclusão do medicamento pela ANS no rol de procedimentos e eventos em saúde suplementar — o que precisa ser feito em até 180 dias.

Foto: montagem Folha de S. Paulo